O objetivo é um dos três pilares para uma boa estratégia de conteúdo. Já definiste os teus? Neste artigo mostro-te os 4 objetivos mais usados na criação de conteúdos.

Já olhaste para o site de uma marca ou o seu perfil de Instagram e pensaste que aquilo parecia uma montra de produtos e/ou serviços? Pode acontecer quando o conteúdo produzido é meramente comercial e aposta apenas num objetivo.

Os responsáveis da comunicação podem estar ou não conscientes de que há mais para além das vendas. Cada vez mais, os consumidores deixaram de ser seduzidos por mensagens puramente comerciais. Querem ter respostas às suas questões de forma simples e saber que benefícios aquele produto/serviço lhes vai trazer. Querem conhecer as histórias por detrás das marcas e dos seus funcionários.

Com a pandemia, o consumo diário conteúdo online disparou : segundo um estudo da DoubleVerify, passou de 3h para cerca de 7h , a nível mundial. As pessoas não consomem todas o mesmo tipo de conteúdo. Por isso é preciso conjugares o teu conteúdo com o teu público.

Os objetivos do conteúdo que crias devem responder às questões: “o que queres levar o teu público a fazer” ou “que transformação lhe queres proporcionar?”.

Neste sentido, os objetivos dos teus conteúdos podem inserir-se em 4 principais categorias:

ENSINAR

É o tipo de conteúdo que vai dar-te autoridade junto do teu público porque ao ensinar, mostras o que sabes fazer e o que tens para oferecer.

Exemplos:

  • Curiosidades sobre os materiais utilizados no teu produto
  • Dicas sobre as ferramentas que utilizas no teu trabalho
  • Como o teu público pode aplicar o teu método
  • Passo a Passo sobre como construir uma peça (seja física ou digital)
ENTRETER

Este é um tipo de conteúdo mais suave que te vai ajudar a passar uma mensagem associada à tua marca/negócio de uma forma mais descontraída. É uma forma de gerar interação através da identificação do teu público com a mensagem que estás a transmitir.

  • Meme com a mensagem que queres passar
  • Vídeo engraçado que transmite o processo de criação do teu produto/serviço
INFORMAR

Este conteúdo vai ajudar-te a ganhar autoridade pois transmite o teu conhecimento de mercado e/ou acompanhamento das últimas tendências da tua área.

Exemplos:

  • Partilha de Notícias
  • Estatísticas
  • Anúncio de novos produtos/serviços
INSPIRAR

Este tipo de conteúdo quer gerar emoção e, por isso, é um veículo de interação com o teu público.

Exemplos:

  • História da marca
  • Aprendizagens ao longo da vida e/ou percurso
  • Histórias pessoais que se relacionem com a marca, produto ou serviço
  • Citações

Um objetivo para cada peça de conteúdo

Sim, leste bem. É importante que definas um objetivo, cada vez que crias uma peça de conteúdo, seja ela para o teu site ou redes sociais. Mas uma peça pode ter mais que um objetivo.

Não há uma regra que diga quantos conteúdos de cada objetivo deves ter semanalmente ou mensalmente. Depende dos objetivos para a tua marca/negócio.

Se o teu objetivo é fazer as pessoas rir, talvez a maioria do conteúdo seja entretenimento. Por outro lado, se o teu propósito é que mais pessoas saibam sobre determinado assunto, a maioria do teu conteúdo vai ser educativo.